• fernandoleitao5

Informações sobre o processo de atendimento deficiente Condutor

Para que seja possível conseguir isenção a pessoa com deficiência precisa necessariamente ter alguma limitação / sequela permanente que impossibilite de dirigir um veículo convencional . Independente da doença, caso a mesma não tenha deixado nenhuma restrição de movimentos, amplitude, formigamento, impossibilidade de fazer movimentos repetitivos entre outros, não será possível obter as isenções. Atendendo estes critérios, o interessado deverá ir ao seu médico particular e solicitar um relatório que deve constar obrigatoriamente as seguintes informações:

1-) Patologia;

2-) CID (Código Internacional da Doença);

3-) Qual a limitação (Ex: restrição de movimentos repetitivos, limitação de força); 4-) Membro afetado (Ex: braço direito, perna esquerda, membros inferiores esquerdo);

Em alguns casos, quando o cliente tem dificuldade em conseguir o relatório no seu médico particular é possível consegui-lo em uma clinica especifica, no entanto o ideal é conseguir com o médico particular uma vez que esta clinica cobra para fazer o atendimento. De posse do laudo é recomendado pedir ao cliente que envie o relatório para que seja feita uma avaliação prévia antes de ir pessoalmente a clinica. Assim, será possível identificar se o relatório foi feito seguindo os padrões evitando que o cliente faça deslocamentos desnecessários. Após a avaliação e caso o cliente tenha direito as isenções ele faz o exame médico / psicotécnico, vai até a Auto Escola para obtenção da CNH especial e de posse da CNH já está apto a pedir as isenções.

0 visualização0 comentário
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 Portal das Isenções.

Todos os direitos reservados.